PUBLICIDADE
Actualidade

Depressão e ansiedade nas crianças portuguesas afeta mais os meninos

24 | 03 | 2020   10.39H

Um estudo sobre sintomas de depressão, ansiedade e stress em crianças portuguesas sugere que "os meninos têm maior probabilidade de apresentar sinais" destes problemas do que as meninas, anunciou hoje a Universidade de Coimbra (UC).

Há, no entanto, "outros fatores que parecem influenciar a frequência destes sintomas", sublinha a UC, numa nota enviada hoje à agência Lusa.

Publicado na revista científica BMC Psychiatry, o estudo foi realizado por uma equipa multidisciplinar da UC, das universidades de Lisboa e Fernando Pessoa (Porto), e do Instituto Politécnico de Viseu para "explorar os fatores associados a sintomas de ansiedade, depressão e stress nas crianças portuguesas em idade escolar, dos 7,5 aos 11,5 anos, uma vez que existem poucos dados sobre a magnitude e causas dos problemas de saúde mental mais comuns em idades tão jovens".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE