PUBLICIDADE
Covid-19

Chevron "reduz significativamente acesso às instalações" mas mantém produção em Angola

26 | 03 | 2020   13.49H

Luanda, 26 mar 2020 (Lusa) - A petrolífera norte-americana Chevron garantiu hoje que mantém as operações no enclave angolano de Cabinda, admitindo, ainda assim, que "reduziu de forma significativa o acesso às instalações" no seguimento da propagação da pandemia da Covid-19.

"A Chevron tem e mantém um compromisso forte e de longo prazo com Angola desde 1950 que opera através da sua subsidiária Cabinda Gulf Oil Company Limited (CABGOC), lê-se num comunicado enviado à Lusa.

No texto, explica-se que "nos últimos dias, a Chevron reduziu de forma significativa o acesso às instalações em Luanda, Cabinda e na base de Malongo para minimizar a exposição do nosso pessoal essencial e permitir a entrada restrita do pessoal crítico necessário para executar as operações com segurança".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE