PUBLICIDADE
Covid-19

Ovar vai pagar medicamentos e refeições de famílias mais vulneráveis

26 | 03 | 2020   19.36H

O Município de Ovar, que desde 18 de março está sujeito a cerco sanitário com controlo fronteiriço devido ao estado de calamidade gerado pela Covid-19, anunciou hoje que irá pagar medicamentos e refeições das famílias economicamente mais vulneráveis.

Esta manhã essa autarquia do distrito de Aveiro já anunciara que abdicaria das rendas de março dos 180 inquilinos do seu parque habitacional e que isentaria toda a população das taxas de resíduos e municipais, mas ao final da tarde aumentou a lista de novos procedimentos a adotar durante a crise gerada pelo novo coronavírus.

"Atendendo às medidas que têm sido de extrema importância para a saúde pública, mas que têm tido impacto social [negativo] na comunidade, a Câmara de Ovar, a pensar nas famílias mais vulneráveis, delineou e vai já implementar um conjunto de medidas de emergência social", revela fonte da autarquia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Deviam pagar todas as perdas na integralidade. Não cometeram nenhum crime para estarem, detidos, impedidos de ganhar a vida. Se alguém aqui é criminoso, é o PODER e os seus jagunços que em vez de Segurança, dá repressão e vigilância sobre o POVO.
    Dono dos Burros | 26.03.2020 | 22.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE