PUBLICIDADE
Covid-19

Sindicato acusa empresa que opera no Douro de querer despedir 30 trabalhadores

31 | 03 | 2020   16.41H

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte acusou hoje uma empresa turística cipriota que opera no rio Douro de estar a tentar despedir "todos os seus 30" trabalhadores.

Nuno Coelho, dirigente do sindicato afeto à CGTP, disse à agência Lusa que os trabalhadores entraram ao serviço desta empresa a 25 de fevereiro e que, poucos dias depois, foram surpreendidos com a suspensão do trabalho e, agora, com o despedimento.

A Associação das Atividades Marítimo-Turísticas do Douro (AAMTD) anunciou no dia 16 de março que as empresas de cruzeiros decidiram suspender voluntariamente todas as atividades turísticas na região devido à atual situação de emergência em que o país se encontra provocada pelo novo coronavírus.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE