PUBLICIDADE
Covid-19

Junta do Porto alerta que manter festas de S. João seria um risco elevado

31 | 03 | 2020   20.19H

O presidente da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto defendeu hoje que a realização das festividades de S. João, numa altura em que o país enfrenta uma pandemia, seria "um risco elevado" e podia até ser "mal-interpretado".

Em declarações à Lusa, o autarca disse desconhecer qual a decisão do município sobre as festividades do São João que atraem ao centro do Porto milhares de pessoas, mas disse acreditar que vai "haver bom senso".

"Na minha opinião, tendo em conta os sinais que têm vindo a ser dados pela DGS [Direção Geral da Saúde] e a dois meses do S. João, [a sua realização] é um risco elevado e pode ser até mal-interpretado", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE