PUBLICIDADE
Actualidade

Contribuintes devem estar "tranquilos" sobre reembolso do IRS -- Secretário de Estado

01 | 04 | 2020   14.48H

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais disse hoje que até meio da manhã já foram entregues mais de 270 mil declarações de IRS e afirmou que os portugueses podem "estar tranquilos" relativamente ao reembolso.

"Estamos em condições de proceder aos reembolsos do IRS e por isso iniciamos hoje a campanha de IRS e os portugueses têm de estar tranquilos relativamente a esta matéria", afirmou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, em entrevista à SIC.

Sem avançar prazos médios para a devolução do imposto, António Mendonça Mendes afirmou que tudo será feito com a rapidez "que a circunstância atual exige".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • GENTE COMO ESTA É QUE O PAÍS ESTÁ ASSIM SE NÃO PAGAM IMPOSTOS COMO É QUE HÁ DINHEIRO O ANTÓNIO MENDONÇA A FAZER MILAGRES TRANSFORMAR DO NADA DINHEIRO COMO AINDA HÁ GENTE DESTA NESTE PAÍS VERGONHA
    Povinho | 01.04.2020 | 15.36Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Exmo Senhor, digno sucessor do Carlos Costa Pina, que se este país fosse um verdadeiro estado de direito, estava preso e bem preso, sem possibilidade de antecipar a saída, ele e o Mula Branca do chefe dele, o empregado da Princesa angolana, e agora com este Corona à solta, sempre havia a possibilidade de ele ir com os porcos. Um seu antepassado aí, que tudo fez para entregar as poupanças escondidas nos certificados de aforro, aos bancos do Salgado e não só, que delas precisavam. Por isso, espero que Deus escreva direito por linhas rectas e que ele vá com o vírus, mas lentamente, para saber o que é sofrer. Quanto à sua mensagem, excelentíssimo secretário-de-estado, estou sossegado e fico sossegado, só não estou sossegado e não fico sossegado, porque o senhor não diz em quanto é que esta brincadeira de mau gosto para o país, suspender a democracia e instalar uma proto-ditadura apoiada na repressão policial, nos vai custar. Aí é que a porca torce o rabo. Quanto é que vamos pagar, por acharem que o pânico, o medo, a chantagem, a intimidação, a prisão, o confinamento, a arbitrariedade, resolvem seja o que for. Acção, medidas, medicamentos, limpeza, desinfecção, trabalho, que sem ele não podemos fazer nada nem ir a lado nenhum. Ninguém quer estar doente. Os que estão doentes querem ser internados, tratados e recuperados. Não querem ser presos como cães raivosos. O problema é que o seu ministério, o seu chefe, não gostam de cheques para a saúde, educação, habitação. É dinheiro que lhes foge e que vocês aí precisam para salvar os vossos patrões, os que vos puseram aí, os banqueiros e todos os canalhas que se apoiam no capitalismo-esclavagista. O POVO não precisa de cães da gnr ou da psp a guardar-lhes a entrada e saída de casa ou da povoação, precisa de camas em hospitais e isso o senhor não dá, porque não pode. O boi Ápis que é o déficit e as notas das agências de crédito são o seu alfa e ómega. Desejo-lhe saúde, por enquanto.
    Dono dos Burros | 01.04.2020 | 15.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE