PUBLICIDADE
Venezuela

Navio cruzeiro português diz ter sido atacado pela Marinha

02 | 04 | 2020   03.38H

A empresa Columbian Cruise Services garantiu que o cruzeiro de bandeira portuguesa "Resolute" foi "objeto de um ato de agressão" por uma embarcação da Marinha venezuelana em águas internacionais, enquanto fazia a manutenção de um motor.

"Nas primeiras horas da manhã de 30 de março de 2020, o navio de cruzeiro RCGS RESOLUTE foi objeto de um ato de agressão da Marinha da Venezuela em águas internacionais, a aproximadamente 13,3 milhas náuticas da Ilha de La Tortuga, com 32 tripulantes e sem passageiros a bordo", explica-se no comunicado divulgado na quarta-feira pela empresa que explora a embarcação.

Segundo a empresa, no momento do incidente o cruzeiro "já estava à deriva há um dia, na costa daquela ilha, para realizar uma manutenção de rotina de um motor", em viagem para Willemstad, Curaçau.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • VERGONHA PARA QUEM É PORTUGUES PÕEM A BANDEIRA PORTUGUESA JÁ TEM A NACIONALIDADE SÓ COM ESTA TERRA DE PAÍS JÁ NADA TEM
    Povo | 02.04.2020 | 09.32Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE