PUBLICIDADE
Luanda Leaks

Sonaecom informa que 26,075% do capital da NOS foi alvo de arresto preventivo

04 | 04 | 2020   22.25H

A Sonaecom anunciou hoje que o tribunal decidiu proceder ao arresto preventivo de 26,075% do capital social da NOS, na sequência da publicação de notícias sobre esquemas alegadamente fraudulentos que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonaecom, que detém 50% do capital da ZOPT SGPS, refere que "foi informada por esta sua participada da comunicação recebida do Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa de proceder ao arresto preventivo de 26,075% do capital social" da operadora de telecomunicações NOS.

Tal é "correspondente a metade da participação social na NOS detida pela ZOPT e, 'indiretamente, pelas empresas Unitel International Holdings, BV e Kento Holding Limited'", controladas por Isabel dos Santos, adianta a Sonaecom.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE