PUBLICIDADE
Actualidade

"Auxílios do Estado não podem agravar divergências na UE" -- Miguel Poiares Maduro

05 | 04 | 2020   07.03H

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro considera que a flexibilidade que está a ser dada aos Estados-membros da União Europeia para fazer face aos custos da pandemia de covid-19 não pode contribuir para agravar as divergências entre eles.

"Há um risco substancial de que não se fala e quem tem a ver com a flexibilidade que terá (e já está) a ser dada aos Estados em matéria de auxílios de Estado", disse o ex-ministro em entrevista à Lusa, referindo-se à diferente capacidade financeira de cada país para acorrer às necessidades das suas empresas e trabalhadores.

Segundo Poiares Maduro, "seja porque alguns tentarão manipular essa hipótese para favorecer as suas empresas, seja por simples consequência da sua diferente capacidade financeira e orçamental, os apoios às empresas irão variar bastante e distorcer fortemente a concorrência no mercado interno, favorecendo as empresas dos países mais ricos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE