PUBLICIDADE
Covid-19

Exequibilidade de propostas do BE passa pela negociação com o Governo

05 | 04 | 2020   08.07H

O líder parlamentar do Bloco de Esquerda sustenta que é necessário negociar com o Governo para "retirar informação e testar a exequibilidade das propostas" apresentadas pelo partido, no contexto da resposta à paralisação provocada pela pandemia da covid-19.

Apesar de haver possibilidade para aprovar rapidamente algumas dessas propostas, também é verdade que, noutras, permanece a discordância, nomeadamente no caso da garantia das telecomunicações, referiu Pedro Filipe Soares, numa entrevista ao programa "Gente que conta", do Porto Canal, que vai ser transmitida hoje à noite durante o Jornal Diário.

A eliminação dos cortes de água, luz e gás "é um debate em curso" que o líder parlamentar do Bloco acredita "poder ser também satisfatório no seu final".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Pó atividade a partir de Novembro 2019 teria sido mais benéfica.A história recente e antiga revela que as doenças providas da CHINA e outras provocaram milhoes de mortes,contabilizadas já desde pelo menos seculo V,peste negra,gripe espanhola,gripe asiática,cólera,tifo,poliomielite,varióla,sâo exemplos emtre outros que aparecem na WIKIPÉDIA mas parece nâo fazer parte do conhecimento geral e OCIDENTE ficou paralisado e sem meios adequados para fazer frente á crise atual.Legislar ,impostar,etc é fácil prevenir crises nâo está no horizonte.Prevê.se terramoto semelhante ao do seculo 18 no País ,estâo preparados?
    CLEMENTE | 05.04.2020 | 12.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Coragem e sentido de dever teve o Xicâo.È insustententável que nâo tenha havido reconversao de industrias para produzir os diversos equipamentos para enfrentar esta crise.Diminuia o desemprego,fecho de fábricas etc.e salvavam-se VIDAS.Sâo pertinentes as suas propostas valha-nos ao menos isso,mas nâo CHEGA e É uma VERGONHA nacional.O combate perante este virus mais uma vez CHINÊS deve ser feito em todas as frentes,POVO,EMPRESAS,SISTEMA NACIONAL DE SAUDE,FORÇAS de SEGURANÇA ,CIENTISTAS nÂO AMORDAÇADOS etc
    Ermida | 05.04.2020 | 11.49Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE