PUBLICIDADE
Covid-19

Papa inicia Semana Santa com celebração litúrgica sem presença de fiéis

05 | 04 | 2020   12.27H

O Papa Francisco iniciou hoje os ritos da Semana Santa com a celebração litúrgica de um Domingo de Ramos especial, a decorrer dentro da Basílica de São Pedro e não na praça do Vaticano, como é usual.

"O drama que estamos a passar obriga-nos a levar a sério o que conta, a não nos perdermos em coisas insignificantes, a redescobrir que a vida não serve, se não serve. Porque a vida é medida a partir do amor. Em casa, nesses dias sagrados, vamos apresentar-nos diante de Jesus crucificado, que é a medida do amor que Deus tem por nós", disse Francisco durante a homilia.

Apenas um pequeno grupo de religiosos acompanhou o Papa, que respeitava a distância de segurança em todos os momentos, e a liturgia foi realizada no altar da cadeira na Basílica de São Pedro, e não sob o dossel.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • Basílica de São Pedro ou de Constantino? Leiam a história para saber a verdade ou continuem a acreditar no Pai Natal. A propósito, o Natal era celebrado noutra data, de tal modo que nalguns anos coincidia com a Páscoa. Vai daí mudaram a data do Natal para 25 de dezembro. Tal acham? Verdadeiro ou falso? Para uma religião que proclama a verdade das verdades? Há coisas que não rima a bota com a perdigota. Ó Jesus Cristo, anda cá abaixo ver isto! Ficavas com os cabelos em pé!
    anónimo | 05.04.2020 | 14.19Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Onde pára a imparcialidade jornalística?! Refere-se a Páscoa católica mas omite-se a Páscoa judaica! Nem todos os portugueses são católicos! Muitos são judaicos, muitos são evangelistas e muitíssimos são laicos e agnósticos.
    Jesus Cristo laico | 05.04.2020 | 13.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Abominavelmente continua-se a falar, tratar e a apaparicar a ICAR como se ainda fosse a igreja de estado e a insultar os portugueses como se todos fossem católicos apostólicos romanos. Muito se fala e reclama de imparcialidade mas no que toca à religião a parcialidade é gritantemente abominável.
    Jesus Cristo laico | 05.04.2020 | 13.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE