PUBLICIDADE
Covid-19

Novo coronavírus ainda não chegou à Cova da Moura e famílias já desesperam

06 | 04 | 2020   14.17H

Na Cova da Moura, concelho da Amadora, há quem diga que o novo coronavírus não se atreve a entrar, mas ao bairro já chegaram as dificuldades acrescidas que estão a deixar muitas famílias no limite.

Perante esta constatação, João Semedo, fundador e presidente da Academia do Johnson, uma organização que promove o desenvolvimento humano e bem-estar, através do acompanhamento a crianças e jovens oriundos de meios familiares e sociais fragilizados, bem como às suas famílias, lançou um apelo para ter meios para ajudar os lares, cada vez mais carenciados.

Em declarações à Lusa, João Semedo afirmou que a academia apoia 168 crianças e jovens, dos quais 60 estão diariamente nas instalações ou a realizar atividades desta organização, como o apoio ao estudo, futsal ou dança.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE