PUBLICIDADE
Covid-19

Movimento Somos Coimbra quer que município aplique 5 ME

06 | 04 | 2020   17.47H

O movimento Somos Coimbra (SC) propôs hoje à Câmara 47 medidas, envolvendo pelo menos cinco milhões de euros, para atenuar "as previsíveis consequências da pandemia" da covid-19 "na vida social e económica dos munícipes".

As medidas defendidas pelo SC, nos planos da saúde pública, do funcionamento da Câmara e do apoio social às famílias, às IPSS (instituições particulares de solidariedade social) e outras instituições de índole social e às empresas e agentes culturais, envolvem um investimento de pelo menos cerca de cinco milhões de euros, estima José Manuel Silva, um dos dois eleitos do movimento com assento no executivo municipal.

"Dada a situação de emergência em que nos encontramos, entendemos ser de fazer um esforço adicional, elevando a previsão de financiamento para um total equivalente a cerca de 2% do IRS pago no concelho", que, sustenta José Manuel Silva, corresponde a "aproximadamente cinco milhões de euros", perto de metade dos quais corresponde à "receita adicional este ano, em comparação com 2019, em resultado de não ter havido devolução de 0,5% do IRS aos munícipes".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE