PUBLICIDADE
Covid-19

Temos resistido e bem a criar guetos de grupos vulneráveis -- Marcelo

06 | 04 | 2020   23.58H

O Presidente da República condenou hoje a ideia de se isolar idosos e doentes mais vulneráveis à covid-19, deixando o resto da sociedade levar uma vida normal, considerando que Portugal tem resistido, e bem, a essa posição.

"É que se pensássemos assim estaríamos a criar guetos, no fundo, xenofobias involuntárias. E é irrealista. Os idosos de que falamos são quase um terço da nossa população. E se somarmos os doentes mais vulneráveis estamos perto de 40%", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, no início do programa "Prós e Contras", na RTP1.

Num depoimento em vídeo transmitido neste programa apresentado por Fátima Campos Ferreira, hoje dedicado à pandemia de covid-19, o chefe de Estado acrescentou que "não há como uma democracia, que respeita a pessoa, marginalizar 30% ou 40% da comunidade".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE