PUBLICIDADE
Actualidade

ONU pede "libertação rápida" de opositor maliano raptado em março

07 | 04 | 2020   20.48H

O Conselho de Segurança da ONU apelou hoje para a "libertação rápida" do líder da oposição no Mali, Soumaïla Cissé, raptado em 25 de março, no norte do país, após uma reunião dedicada ao país.

Soumaïla Cissé, 70 anos, foi raptado no final do mês passado quando se dirigia para o seu bastião eleitoral, Niafounké, na região de Timbuktu, enquanto realizava campanha com vista às eleições legislativas de 29 de março.

Segundo a agência noticiosa France-Presse, através de uma declaração, os membros do Conselho de Segurança "condenam" também o "ataque terrorista" de segunda-feira contra o Exército do país, que matou pelo menos 25 pessoas e feriu seis em Bamba, na região nortenha de Gao.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE