PUBLICIDADE
Actualidade

Amnistia preocupada com grupos armados e violações de direitos humanos em Moçambique

08 | 04 | 2020   01.02H

A Amnistia Internacional (AI) alertou hoje para a instabilidade política, presença de grupos armados e violência na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, assim como para violações dos direitos humanos no país.

"A província de Cabo Delgado continua a experienciar ataques armados por pessoas que se pensa serem membros do grupo extremista popularmente conhecido por Al-Shabab. Os atacantes invadem aldeias, ateiam fogo a casas, massacram aldeões com machetes e roubam a sua comida", começou por notar a AI, no seu relatório sobre os direitos humanos em 2019, na entrada sobre Moçambique.

A organização não-governamental (ONG) de defesa dos direitos humanos assinala que "apesar do aumento da presença militar na região, a sua resposta tem sido inadequada".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE