PUBLICIDADE
Covid-19

Pelo menos 36 presos mortos após protestos nas prisões do Irão - ONG

09 | 04 | 2020   11.18H

Cerca de 36 prisioneiros podem ter sido mortos pelas forças de segurança após o uso de força letal para controlar protestos relacionados com a covid-19 nas prisões no Irão, divulgou hoje a Amnistia Internacional (AI).

Nos últimos dias, segundo um comunicado hoje divulgado pela AI, milhares de prisioneiros em pelo menos oito prisões do país fizeram protestos devido ao temor de contrair o novo coronavírus, provocando uma resposta violenta dos guardas prisionais e forças de segurança.

Em várias prisões, foram usados gás lacrimogéneo e munição real para reprimir protestos, matando cerca de 35 prisioneiros e ferindo centenas de outros, segundo fontes confiáveis ouvidas pela organização não-governamental (ONG) dos direitos humanos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE