PUBLICIDADE
Covid-19

Músicos que animam bailes de verão já pensam em alternativas fora do setor

17 | 05 | 2020   09.16H

Teclistas, tocadores de concertina e bandas que animam os bailes e romarias de verão viram o seu principal rendimento desaparecer. Sem perspetivas de qualquer rendimento, há quem já pense em mudar de profissão.

Não são os grandes nomes que normalmente compõem os cartazes das grandes festas, mas são parte fundamental de uma máquina que ajuda a dar forma aos bailes e romarias que se realizam um pouco por todo o país durante o verão.

Para todos os artistas contactados pela agência Lusa, o verão é a altura do ano de maior faturação, sendo que a perspetiva agora é de rendimento quase zero até ao final do ano.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • E que recebem por fora. Estejam descansados, são artistas, e artista é coisa que nesta terra está acima de toda a gente. Os vossos colegas da AR vão tratar do assunto. Vai haver maná para todos.
    Dono dos Burros | 17.05.2020 | 13.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE