PUBLICIDADE
Covid-19

Visitas a casa de amigos ou familiares duplicaram entre março e maio - estudo

20 | 05 | 2020   12.23H

Um inquérito do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) sobre a adaptação à covid-19 concluiu que de 23 de março a 10 de maio duplicaram as visitas a casa de familiares ou amigos, foi hoje anunciado.

Os dados divulgados hoje no relatório "Diários de uma Pandemia", uma iniciativa desenvolvida pelo ISPUP e pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), no Porto, analisaram a evolução do trabalho fora de casa e teletrabalho, contactos presenciais e à distância, saídas para estabelecimentos comerciais e o risco de infeção.

De 23 de março a 10 de maio, inscreveram-se no estudo 13.517 pessoas, com idades entre os 16 e 89 anos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • A 'ciência' ao serviço da DITADURA. Sempre houve médicos, como o do Tarrafal, que não mentiam, coisa rara, já que hoje é essa a norma entre a classe médica. Lá dizia ele ao receber mais uma leva de contestatários ao regime: eu só estou aqui para passar certidões de óbito. Estes 'cientistas' (manipuladores de dados ao serviço do poder político e económico, que em troca lhes paga com um biscoito e uma palmadinha na cabeça, como se faz aos cães. Dá-lhes um subsídio para "investigação"). Isto nada tem de ciência, de investigação, isto é o trabalho PIDESCO, que qualquer jagunço policial faz, como por exemplo, irem aos sindicatos saberem quantos serão os que se vão manifestar a Lisboa contra o Senhor Presidente do Conselho de Ministros António ... Costa
    Dono dos Burros | 20.05.2020 | 12.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE