PUBLICIDADE
Covid-19

Exército russo destacado para auxiliar infetados em mina da Sibéria

21 | 05 | 2020   11.35H

Um destacamento do Exército russo foi enviado para a Sibéria para organizar as medidas de contenção contra a propagação da pandemia de covid-19 na maior mina de ouro da Rússia, onde pelo menos 400 trabalhadores estão contaminados.  

Num comunicado publicado hoje, o ministro da Defesa russo anunciou a operação de montagem de tendas de campanha onde cerca de dois mil trabalhadores da mina de Olimpiada vão ser submetidos a uma quarentena de 14 dias, na região de Krasnoiarsk, Sibéria oriental. 

O campo, que vai ficar situado numa cidade no meio da taiga siberiana, deve acolher os trabalhadores da mina que tiverem estado em contacto com pessoas cujos testes médicos indiquem estar contaminadas ou "todos aqueles que se encontrem na zona de risco".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE