PUBLICIDADE
Actualidade

Eurodeputado do PSD Álvaro Amaro entre os nove acusados de prevaricação em PPP

22 | 05 | 2020   21.32H

O eurodeputado do PSD, Álvaro Amaro, é um dos nove acusados pelo Ministério Público de participar num esquema de parcerias público-privadas (PPP), sendo suspeito da prática do crime de prevaricação quando foi presidente da Câmara de Gouveia.

O Ministério Público (MP) anunciou na quinta-feira que deduziu acusação contra nove arguidos que são suspeitos da prática de crimes de corrupção, prevaricação de titular de cargo político, branqueamento de capitais e participação económica em negócio, num esquema de PPP alegadamente lesivo para as contas dos municípios de Trancoso, Alcobaça, Sabugal e Gouveia, entre 2007 e 2011.

Entre os nove arguidos, estão Álvaro Amaro, na altura presidente da Câmara de Gouveia, o atual vice-presidente da Câmara de Alcobaça, Hermínio Rodrigues, e o atual presidente da Câmara de Gouveia, Luís Tadeu Marques (na altura vice-presidente daquela autarquia), refere a acusação a que a agência Lusa teve acesso.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Se estivéssemos num país de JUSTIÇA, este GAJO não deveria estar a ocupar o lugar que está na U.E., enquanto tudo isto não fosse esclarecido. Isto é arraial para distrair os OTÁRIOS, é como o SOCRATES e companhia que dentro de momentos tudo prescreve e ponto final, mas o LADRÂO de frangos, cadeia com ele!
    bruxo | 23.05.2020 | 11.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Blá blá blá. Na hora da verdade é tudo boa gente. Poupem-nos. Já estmoa fartos desta palhaçada das acusações que viram um saco cheiro de nada no final. Deixem de matar as pessoas nas capas do vosso correio da manha. Já não dou uma sequer que seja para a "justiça" deste país. Mais uns milhões que vão ser desperdiçados nesta. Depois é como o mandante do ataque "terrorista" à 'academia' dos lagartos.
    Dono dos Burros | 23.05.2020 | 00.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE