PUBLICIDADE
Moçambique/Dívidas

Decisão sobre nulidade das dívidas dificulta acesso aos mercados - EIU

25 | 05 | 2020   11.32H

A consultora Economist Intelligence Unit (EIU) considerou hoje que a decisão do Conselho Constitucional relativamente à nulidade das dívidas da MAM e ProIndicus dificulta o acesso de Moçambique e da ENH aos mercados financeiros internacionais.

"A decisão pode complicar o acesso de Moçambique a financiamento externo", escrevem os peritos da unidade de análise económica da revista britânica The Economist.

Num comentário à recente decisão do Conselho Constitucional sobre a nulidade dos empréstimos contraídos pelas empresas públicas Mozambique Asset Management e ProIndicus, enviado aos clientes e a que a Lusa teve acesso, os analistas dizem que "a decisão judicial declara nulos os empréstimos organizados pelo Credit Suisse e pelo VTB, e pode dar mais peso aos esforços do governo para desafiar a validade das garantias estatais dadas aos empréstimos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE