PUBLICIDADE
Actualidade

PS pede audição urgente ao presidente da TAP na AR

26 | 05 | 2020   19.19H

O grupo parlamentar do PS vai entregar hoje, no parlamento, um pedido de audição urgente do presidente da TAP, Miguel Frasquilho, para esclarecer a "desproporção grande" entre as rotas com origem em Lisboa e as que partem do Porto.

A bancada parlamentar socialista vai "solicitar ainda hoje, com caráter de urgência", a presença do presidente da transportadora aérea portuguesa na Comissão de Economia, Inovação e Obras Pública da Assembleia da República, para, "de alguma forma, explicar as decisões anunciadas pela comissão executiva da TAP", disse à agência Lusa o deputado Carlos Pereira.

O deputado socialista explicou que o pedido de audição visa esclarecer a "desproporção grande" entre os voos que partem do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

13 comentários

  • Rosa, tens razão na correcção que fazes. Tendo passado os olhos pelo PDF que pode ser descarregado a partir deste link: http://www.igas.min-saude.pt/wp-content/uploads/20 20/03/livro_pneumonica_site.pdf fui eu que, troquei bubónica por pneumónica. ‘Mea culpa’ e obrigado pelo teu ‘peer review’ ‘pro bono’. Uns extractos do PDF: “… Ricardo Jorge, o muito conceituado médico da saúde pública – higienista, como então se dizia – que exerceu diversos cargos na administração da saúde e detinha uma apreciável influência política, ganhou notoriedade depois de ter ocupado o lugar de médico municipal no Porto e, nessa qualidade, ter ajudado a combater, em 1899, conjuntamente com Câmara Pestana, a peste bubónica que a partir de julho daquele ano assolou a cidade do Porto (Jorge 1899). Sabemos, pela leitura da Imprensa da época, que todas as medidas profiláticas então tomadas (evacuação e isolamento das casas afetadas e sua desinfestação) foram muito mal recebidas pela população da cidade: “Principiou há dez dias esse espalhafatoso clamor de medidas sanitárias e não há ainda um serviço que funcione regularmente; não há um plano de medidas sanitárias sensatamente estabelecidas e criteriosamente posto em acção, nenhum benefício foi concedido ao Porto senão este: cortaram­‐lhe as comunicações, embargaram o seu comércio, trucidaram‐lhe a indústria. No seguimento de outra medida, que embora não sendo da lavra deRicardo Jorge e até com ela não concordando por inteiro, contribuiufortemente para a oposição que lhe foi movida na Imprensa e nos círculos mais ilustres da economia da cidade: o chamado cerco sanitário à cidade do Porto, iniciado a 27 de agosto («será interrompida a liberdade incondicional das suas relações com o resto do reino por meio dum cordão sanitário, disposto pelo modo mais ajustado» . A oposição ao desempenho clínico e sanitário de Ricardo Jorge já tinha ficado bem expressa a 21 de agosto, aquando do funeral de uma das vítimas da peste bubónica que mais populares tinha congregado: Terminado o enterramento, uma massa de povo, não inferior a 1.000 pessoas, desfilou pelas ruas, mas numa atitude agitadíssima, que se traduziu em constantes morras a algumas personalidades que a epidemia mais tem posto em evidência. Em seguida encaminhou­‐se para a casa de um conhecido clínico, residente à rua da Rainha, disposta a fazer­‐lhe uma manifestação hostil. O cortejo acabaria por ser disperso pela polícia, não sem que antes tivesse sido apedrejada a casa do pai de Ricardo Jorge, na Rua do Almada, onde o higienista residira até alguns anos antes . No dia seguinte, novos incidentes ocorreram defronte do Laboratório Municipal, de onde Ricardo Jorge só conseguiu sair ao final da tarde escoltado pela polícia, após a multidão ter sido dispersada à bastonada. De resto, nos dias seguintes, e enquanto permaneceu no Porto, Ricardo Jorge passaria a andar permanentemente escoltado pela polícia. “ Nota final; vale a pena dar uma olhadela no PDF.
    Dono dos Burros | 02.06.2020 | 14.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Credibilidade vale ouro ,cordâo sanitário no Porto não foi na gripe pneumónica contra o qual se bateu Ricardo Jorge mas quando da PESTE BUBÒNICA em 1899 e retirada estrtégica de Ricardo Jorge para Lisboa ..
    Rosa | 02.06.2020 | 09.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pois sim, foi inaugurado em 1940, mas em 1942 é que o Aeroporto Terrestre da Portela foi concluído e foi aberto ao tráfego em 15 de outubro de 1942. Em 15 de maio de 2016 o Aeroporto de Lisboa adquiriu a denominação oficial de Aeroporto Humberto Delgado. (conforme informação na Wikipédia).
    anónimo | 01.06.2020 | 20.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Esta coisa de se porem amigos, dos partidos etc como presidentes dá sempre raia. O caso da CGD é um dos mais complicados , mas sempre sem que as coisas tenham um final em relação aos prevaricadores. Ainda agora o Novo Banco perdoou cem milhões .E depois lá tem que se pôr a massa que falta. E assim fazem dos portugueses tolos. Isto devia ter um presidente por concurso para responder pelo que faz e caso não apresentasse resultados rua. Enquanto for assim nem tap nem seja o que for nesses lugares conseguirá apresentar lucros.
    Isto é uma política pouco confiante | 31.05.2020 | 20.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • DONOS DOS BURROS, fantástico o teu comentário ( OPINIÃO). Li e reli. És alguém com muito saber. PARABENS. Com gente assim, aprende-se sempre muito. -------------OBRIGADO.
    bruxo | 28.05.2020 | 12.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Parabéns ROSA, por teres posto as datas. Parece que o Estado-Novo não foi assim tão mau como o pintaram o Soares e o Cunhal, dois rapazolas saídos da burguesia bem instalada daqueles tempos. Vejo que és do Norte. O que é que te cheira mal na diferença de datas? Achas que o Porto tem a dimensão de Lisboa? Achas que a área de influência do Porto é a mesma de Lisboa? Achas que o Senhor Dom Afonso, filho do Senhor Conde e depois de andar ao estalo com a senhora sua mãe rumou a Sul, o fez porque era 'mouro'? E que não descansou, enquanto não ocupou Lisboa, fez mal? Não fez. Lisboa é o 'centro', porque muito que isso desagrade aos portuenses do FCP. Tal como Madrid o é, por muito que Barcelona esperneie, ou Paris. Quanto ao INFARMED, só podia ser cócó socialista. Tal como é cócó socialista querer regionalizar o país. Portugal não precisa de mais Albertos 'bokassas' Jardins. Portugal não é a regionalizar que resolve o seu problema de assimetria. Que é uma assimetria litoral-interior. Olhamos para o mapa que pouco diz acerca do vírus da Graça 'luvas' Freitas e o que vemos? O Norte com o Porto à cabeça até está beneficiado, tem mais casos. O Porto quis matar o médico Ricardo Jorge, aquando da pandemia da pneumónica. Na altura tal como agora, e contra a opinião dele, que era tratar e desinfectar e não estabelecer um cordão sanitário, a que agora o governo 'socialista' chama apropriadamente cerca, já que nos considera simples animais. Foi o governo que decretou o estabelecimento de um cerco pela tropa, que nesse tempo, felizmente, não tínhamos esta corja policial que anda por aí. O Porto queria agora um instituto médico? Pode querer, só que o país beneficia o quê com isso? O Porto não se queixa das pontes que tem. São tantas que nem vou dizer o número para não errar. Não se queixa que são à borla e que deviam pagar portagem como as duas de Lisboa. Nem o Norte se queixa do excesso de auto-estradas, que o cavaquismo à cata de votos e não só, as luvas são sempre precisas para as mãos quando vem o Inverno. O projecto dos 'socialistas' é a destruição de Portugal. Só que agora a destruição não está a ser feita pelo PCP, daí que a Igreja já não benza as mãos que fazem a destruição, como fez o Cónego de Mello. Tivesse sido o PREC a fechar as igrejas e a guerra civil era certa, agora nem piam, porquê? Foram os 'socialistas' com os votos do PSD e do CDS. Ironias da História.
    Dono dos Burros | 28.05.2020 | 00.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Desproporçâo parece sempre ter havido e quem nâo vivesse ou nascesse em Lisboa nem sequer lider partidário deveria ser etc.a propósito do COVID andei a investigar as consideradas grandes catedrais hospitalares e pra meu espanto H Santa Maria inaugurado em 1953 e o H S joao inaugurdo em 1959,nas grandes acessiilidades tb aeroporto de Lisboa inaugurado em 1940 e, aeroporto do Porto em 1945.Estas são as pequenas grandes diferenças, Lisboa sempre primeiro.Mas será que há uma razao lógica para tudo isto relembrando a transferencia de uma agencia estatal de medicamentos que ficou no papel.Lisboa justifica ou tem poder para tal.
    Rosa | 27.05.2020 | 17.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Camarada Bruxo, a Maçonaria é uma igreja que congrega no seu seio toda a gente. Todos. E nenhum levantará a mão contra outro, nem o apedrejará, nem permitirá que ele seja condenado. Foi numa das capelas da Maçonaria, que o SNS foi aprovado e que depois a AR ratificou. Foi numa das capelas (lojas) da Maçonaria, que os lugares da EXPO-98 foram distribuídos pelos irmãos. Houve condenados? Poucos. Em todas as religiões há cismáticos e excomunhões. O PSD não é o bacalhau a pataco, nem a terra do leite e do mel. Só que, se o PSD não disfarça um pouco que seja, se não veste a roupa de alguma oposição e diz ámen! a tudo o que o PS manda executar, temos que concluir que o PSD é uma correia de transmissão do PS (nesta matérias o cds, faz o que lhe mandarem fazer e limita-se a abanar as orelhas - como disse o monárquico Carlos Azeredo ao Alberto 'bokassa' Jardim no Funchal), se o PSD não se opõe, temos que concluir que vivemos já , nas vésperas de comemorarmos mais um 28 de Maio, a instalação de uma Ditadura Policial (desta vez) e sem necessidade de marcharem das terras do Cónego de Mello (cds) sobre Lisboa. O PCP e o BE estão na mesma, a CGTP igualmente e a UGT, essa já tinha dado o traque, nenhum levantou a voz a exigir a demissão do governo que destruiu e vai continuar a destruir a economia portuguesa, a criar desemprego, a aumentar a dívida , a dissipar os fundos da SS, as reservas de ouro, essas já tinham sido vendidas pelo socialista Constâncio, daí que hoje esteja a gozar os 30 dinheiros que lhe pagaram. Se ninguém se opõe, resta ao POVO acordar. Se tenho esperança que o POVO acorde? Não, não tenho. A burricada desde que se lhe dê alguma palha e não sejamos parcos nas porradas que lhes damos com o arrocho, nunca escoicearão.
    Dono dos Burros | 27.05.2020 | 12.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Dono dos Burros, as minhas saudações.------------- Um destes dias fui a uma farmácia comprar uma bodega e como não estava mais ninguém, só eu e a farmacêutica, não sei porquê veio conversa sobre políticos e mediante como falava, vi ser PS ferranha .------------------Então Dra. por acaso já reparou que os maiores LADRÕES, CORRUPTOS, VIGARISTAS, ETC., se tem verificado em todos os GOVERNOS do PS, disse eu ! Diz ela: Está bem , mas são todos iguais e por isso não adianta votar noutros !!!!!!!!!!!!!!!!!!! Ora minha Sra., assim estamos a contribuir para que a GATUNAGEM continue no ASSALTO, não acha ? A não ser que a Sra., ou alguém da sua família esteja a mamar encostado ao PS. ,será ? Olhe minha Sra., se há eleições de vez em quando, é para que se estivermos a ser roubados, mal governados, mudarmos , possivelmente de ladrão, para os obrigar a serem mais honestos, mais sérios, menos ladrões, porque todos eles vão para os governos para ROUBAR, não acha.---------------- Meu caro, neste momento, em todos os lugares importantes deste país, estão os LADRÕES da QUADRILHA PS e portanto eles dão as voltas para que o nosso dinheiro seja distribuído por eles, mas não devemos pensar que o MAFIOSO do PSD é diferente, não passa de um PAPAGAIO que faz parte do BANDO DE SALTEADORES.
    bruxo | 27.05.2020 | 11.26Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas o que tem a 'política', a ver com a gestão das rotas? A TAP é uma empresa pública? A TAP é uma empresa privada? Em que ficamos? Querem rotas para servir uns sacanas que vivem à nossa conta? Devem querer. Olhem a ligação de Trás-os Montes, servia ou serve, nem quero saber se ainda funciona ou se já acabou, para meia dúzia de fdap, literalmente meia-dúzia, 6, se rirem de todos nós, incluído aquela gaja do cinema que no dia em que esticar o pernil, tem direito a um comunicado asqueroso das duas principais figuras do estado. Viveu à conta do POVO tem que ser louvada.
    Dono dos Burros | 26.05.2020 | 23.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • PS pede audição urgente ao presidente da TAP na AR? Ah Ah Ah Essa tá boa! Como pode o PS ouvir (de audição) se o presidente da TAP levantou voo...na AR?
    anónimo | 26.05.2020 | 22.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • TAP NUNCA DEIXOU DE GASTAR DINHEIRO DOS CONTRIBUINTES É NUNCA VAI DEIXAR É AGORA VAI SER PIOR QUE VAI HAVER MUITÍSSIMA GENTE QUE NÃO VÃO ANDAR A CRISE É MUNDIAL HÁ MUITAS CABEÇAS QUE ESQUEÇEM DISSO
    Povinho | 26.05.2020 | 20.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • o PS esta distraido!!! O Presidente não vcai esclarecer nada.Quem devia ser ouvido seria o CEO Antonoaldo porque é ele que tem poder de decisão. Ou sera que mais uma vez a audição e so para Norte ver ?
    Luis Domingues | 26.05.2020 | 19.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE