PUBLICIDADE
Covid-19

Investigação coloca governador do Rio de Janeiro no topo de fraude

27 | 05 | 2020   03.24H

O Ministério Público brasileiro indicou ter reunido provas de que o governador do Rio de Janeiro comandou alegadamente uma organização que defraudou a construção de hospitais de campanha, no âmbito do combate à covid-19.

De acordo com a imprensa local, que cita documentos enviados pelo Ministério Público Federal ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), Wilson Witzel "tinha o comando" das ações para, alegadamente, defraudar a gestão das unidades de saúde.

"As provas recolhidas até ao momento indicam que, no núcleo do poder executivo do estado do Rio de Janeiro, foi criada uma estrutura hierárquica (...), a partir do governador, que propiciou as contratações sobre as quais pesam fortes indícios de fraudes", acrescentou a imprensa brasileira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE