PUBLICIDADE
Covid-19

Que não seja o Conselho a frustrar a esperança aberta pela Comissão Europeia -- Costa

27 | 05 | 2020   22.24H

O primeiro-ministro afirmou hoje esperar que não seja o Conselho a frustrar a esperança que a Comissão Europeia abriu com o fundo de recuperação económica e considerou que este programa poderá lançar a reindustrialização do país.

António Costa assumiu estas posições em conferência de imprensa, após ter recebido os parceiros sociais sobre o programa de estabilização económica e social e sobre o Orçamento Suplementar.

Perante os jornalistas, o primeiro-ministro disse esperar que o fundo hoje apresentado pela Comissão Europeia possa ser aprovado em julho nas instituições europeias, entrando "no essencial" em vigor em janeiro, e revelou que saudou pessoalmente a presidente do executivo comunitário, Ursula Von der Leyen.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE