PUBLICIDADE
Actualidade

Presidente do Brasil defende liberdade de expressão após operação policial contra apoiantes

28 | 05 | 2020   05.26H

O Presidente do Brasil afirmou, na quarta-feira, que não aceitará violações à liberdade de expressão, depois de apoiantes terem terem sido alvo de uma operação policial por suspeitas de disseminação de notícias falsas nas redes sociais.

"Ver cidadãos de bem terem os seus lares invadidos, por exercerem o seu direito à liberdade de expressão, é um sinal de que algo de muito grave está a acontecer com a nossa democracia. Estamos a trabalhar para que se faça valer o direito à livre expressão no nosso país. Nenhuma violação desse princípio deve ser aceite passivamente", escreveu Jair Bolsonaro nas redes sociais.

As declarações de Bolsonaro foram feitas mais de 12 horas depois de alguns apoiantes terem sido alvo de mandados de busca e apreensão, no âmbito de um inquérito que investiga uma alegada organização criminosa responsável pela disseminação de notícias falsas nas redes sociais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE