PUBLICIDADE
Actualidade

Tribunal canadiano decide continuar processo de extradição de executiva da Huawei

28 | 05 | 2020   08.17H

A justiça do Canadá ditou hoje a continuação do processo de extradição de Meng Wanzhou para os Estados Unidos, onde a executiva do grupo chinês Huawei é acusada de ter violado sanções contra o Irão.

Meng Wanzhou, diretora financeira da Huawei, foi presa no aeroporto de Vancouver, no final de 2018, a pedido das autoridades norte-americanas, iniciando uma crise diplomática sem precedentes entre a China e o Canadá.

A decisão de uma juíza do Supremo Tribunal de Vancouver acabou com as esperanças de Meng de ser libertada em breve. A executiva vive em liberdade condicional numa propriedade de luxo em Vancouver.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE