PUBLICIDADE
Actualidade

Hong Kong nega ceder "às ameaças" dos Estados Unidos sobre fim de vantagens comerciais

30 | 05 | 2020   14.14H

O Governo de Hong Kong assegurou hoje que não vai ceder "às ameaças" do Presidente norte-americano, Donald Trump, relativamente ao fim de vantagens comerciais dadas à antiga colónia britânica face à China, estando a trabalhar num "plano de contingência".

Em causa está o facto de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter anunciado que vai abolir as vantagens comerciais concedidas a Hong Kong após sua transferência do domínio britânico para chinês em 1997.

Em declarações hoje prestadas à imprensa regional, o ministro da Segurança Local de Hong Kong, John Lee, afirmou que "os Estados Unidos não vão ganhar com as suas ameaças".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE