PUBLICIDADE
Actualidade

Relatório diz que 230 pessoas foram mortas nas manifestações de novembro no Irão

01 | 06 | 2020   15.36H

Duzentas e trinta pessoas foram mortas no Irão durante as manifestações realizadas em novembro de 2019, após o anúncio de um aumento no preço da gasolina, segundo um relatório publicado hoje pela agência oficial Irna.

"Durante esses eventos, 230 pessoas foram mortas", das quais "20% eram (membros) das forças de manutenção da ordem e da paz", disse Mojtaba Zolnour, presidente da Comissão Parlamentar de Segurança Nacional e Negócios Estrangeiros, citado pela Irna.

De acordo com Zolnour, outros "7% eram principalmente manifestantes com armas semiautomáticas ou metralhadoras", que foram mortos "durante confrontos diretos com as forças de segurança".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE