PUBLICIDADE
Covid-19

Empresas marítimo-turísticas do Douro reclamam retoma urgente da atividade

01 | 06 | 2020   18.04H

Vinte e cinco empresas marítimo-turísticas que operam no rio Douro uniram-se para reclamar a retoma urgente da atividade, depois dos "meses de trabalho perdidos" devido à crise pandémica, segundo divulgaram hoje fontes ligadas ao movimento.

As empresas operam com embarcações de recreio na Via Navegável do Douro (VND), fazem passeios para famílias ou pequenos grupos e revelam preocupações com a "falta de informações" sobre o setor.

Um dos operadores disse à agência Lusa que as empresas reclamam uma "data de arranque" desta atividade que é sazonal e que, este ano, por causa da covid-19, parou em meados de março e ainda não foi retomada.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE