PUBLICIDADE
Actualidade

Macau quer intensificar cooperação regional para travar interferências externas

02 | 06 | 2020   05.04H

O chefe do Executivo de Macau vai reforçar a cooperação com as regiões vizinhas para prevenir o risco de interferências externas e, assim, defender a "segurança e unificação nacional".

Macau vai reforçar "cooperação com as regiões vizinhas na criação de um mecanismo de prevenção e controlo conjunto, aumentando a consciência na prevenção de risco, da interferência externa e de influências negativas", disse Ho Iat Seng, citado num comunicado divulgado pelo Governo de Macau, na segunda-feira à noite, após uma reunião no âmbito da Assembleia Popular Nacional e da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês.

O objetivo, apontou o governante, passa por "defender a segurança e unificação nacional, garantindo a harmonia e a estabilidade da sociedade local".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE