PUBLICIDADE
Covid-19

Bruxelas prevê mercado laboral da UE em "difícil situação" por dois anos

04 | 06 | 2020   08.32H

A Comissão Europeia prevê que o mercado laboral europeu esteja numa "difícil situação" durante pelo menos dois anos, devido à covid-19, falando numa "subida acentuada do desemprego", que afetará principalmente os jovens e setores como turismo e indústria automóvel.

"Mesmo no cenário mais positivo, diria que vamos ter uma situação difícil no mercado laboral durante pelo menos dois anos", dada a crise gerada pela pandemia, disse o comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, em entrevista à agência Lusa, em Bruxelas.

Recorrendo às mais recentes estimativas do executivo comunitário, o responsável realçou que haverá "um aumento significativo no desemprego a nível europeu" este ano, para níveis superiores a 9% e acima da anterior crise financeira de há 10 anos, afetando mais "algumas camadas da população", sendo "os jovens os primeiros".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE