PUBLICIDADE
RCA

Militares portugueses regressam a Bangui após operação de paz noutra região

06 | 06 | 2020   11.53H

Os militares portugueses em missão na República Centro-Africana regressaram à base na capital, Bangui, após um mês fora numa "operação complexa de paz" a 650 quilómetros da cidade, anunciou hoje o Estado Maior General das Forças Armadas.

"Após um mês de uma complexa operação de paz das Nações Unidas (MINUSCA), na região de Ndélé, a cerca de 650 quilómetros da capital da República Centro-Africana, Bangui (5 dias de viagem), os militares do Exército e da Força Aérea da 7.ª Força Nacional Destacada neste teatro de operações, maioritariamente composta por Paraquedistas, regressaram à base na passada quinta-feira", adianta um comunicado.

Segundo o documento do Estado Maior General das Forças Armadas, a Força de Reação Rápida Portuguesa foi chamada a intervir na região de Ndélé, tendo para o efeito deixado a base militar em Bangui no dia 29 de abril.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

7 comentários

  • Ajudas de custo no estrangeiro, diz a tabela que oscilam entre 89,35€ e 100,24€ por dia. A comida paga o patrão, a cama é à borla, podem matar, que ninguém lhes pede contas, não admira que haja sempre voluntários para mercenários. Com a vantagem de que este é dinheiro já lavado e isento de IRS.
    Dono dos Burros | 09.06.2020 | 13.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Era filho de um padre . Esteve exilado. Como é que ele deixou uma fortuna incalculável. Nisto tudo os gatos foram muitos. Agora o Cratinho contratou duas uma com 1800 e outra com mais de 5000 mês.
    As nossas pulhíticas | 09.06.2020 | 10.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Tudo isto acontece porque depois do " famigerado 25 de abril 74" CAÍMOS NAS MÃOS DE SAFADOS A COMEÇAR POR AQUELE VIGARISTA QUE SE ALINHAVOU COM OITOCENTAS E CINQUENTA TONELADAS DE OURO QUE O HOMEM DAS BOTAS CÁ DEIXOU E QUE METEU O XUXALISMO NA GAVETA.
    bruxo | 07.06.2020 | 14.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Territórios portugueses entregues de mão beijada e sem acordos, Que garantissem os bens dos portugueses e a sua presença , propusessem eleições livres e daí resultasse um bom entendimento. Agora andamos em países estrangeiros a defender o que não é nosso. Com as políticas do Mário S. que se julgava ser um sucesso acabaram por ser um insucesso.
    Temos o que impingiram | 06.06.2020 | 15.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • RACISMO ANDAM NUM PAÍS QUE NÃO PERTENCE
    Ze | 06.06.2020 | 13.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • VERGONHA ANDAM A FOMENTAR AS GUERRAS AGORA TODOS QUEREM IR GANHAM BEM NADA FAZEM
    Povo | 06.06.2020 | 12.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • RCA? O POVO português paga a estes mercenários para andarem ao serviço do Impérios do Caos onde lhe dá jeito. FIM da presença militar de Portugal fora do solo pátrio e expulsão das forças estrangeiras que ocupam Portugal - Açores, Oeiras. Yankee Go Home!
    Dono dos Burros | 06.06.2020 | 12.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE