Livros/Feira de Frankfurt

38 editoras portuguesas presentes, 19 das quais no stand da APEL

12 | 10 | 2009   19.34H

Assembleia da República, Bertrand, Civilização, Coisas de Ler, Dinalivro, Edições Texto & Grafia, Estampa, Presença, Gradiva, Grupo Plátano, Guimarães Editores, Instituto Piaget, Lidel, Livros do Brasil, Livros Cotovia, Quid Nov, Porto Editora, Principia e Sextante são as editoras que vão estar expostas no stand da APEL, disse à agência Lusa o secretário-geral da associação, Miguel Freitas da Costa.

Além destas 19 editoras, outras tantas do grupo Leya vão também marcar presença no certame.

Este grupo integra as seguintes editoras: Academia do Livro, Asa, Caderno, Caminho, Casa das Letras, Dom Quixote, Estrela Polar, Gailivro, Livros d´Hoje, Lua de Papel, Ndjira (Moçambique), Nova Gaia, Nzila (Angola), Oceanos, Oficina do Livro, Quinta Essência Sebenta, Teorema e Texto.

Em Frankfurt, o grupo Leya vai dar especial atenção ao novo livro de José Saramago - "Caim" -, ao de António Lobo Antunes - "Que cavalos são aqueles que fazem sombra no mar?" e ao Prémio da União Europeia para a Literatura ganho por Dulce Maria Cardoso, com o romance "Os meus sentimentos".

Na tarde de quarta-feira, Portugal vai ser apresentado numa iniciativa paralela ao certame - que noutros dias será dedicada a outros países -, intitulada "Have a look at".

Para esta sessão, já se inscreveram mais de 50 editores estrangeiros, editores e agentes ligados a editoras.

Na iniciativa irão intervir Miguel Freitas da Costa, que fará uma breve apresentação sobre o panorama editorial em Portugal, Henrique Mota, que é o responsável do Conselho Técnico para a Internacionalização da APEL, e Maria Carlos Loureiro, da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas (DGLB), que falará sobre os apoios em Portugal para tradução de livros portugueses para o estrangeiro.

As francesas Editons Nathan e La Martinière Group, as alemãs Verlagsgruppe Ueberreuter, Verlagsgruppe Randomhouse e Schwermann Literary Agendy, a espanhola Taschen Verlag e a britânica Penguin contam-se entre as editoras já inscritas para a iniciativa, precisou Miguel Freitas da Costa.

Considerado o maior certame mundial do sector, a 60.ª edição da Feira de Frankfurt conta com 7300 expositores de mais de cem países. A China é o país convidado desta edição.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Foto: dr
38 editoras portuguesas presentes, 19 das quais no stand da APEL | © dr
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE