PUBLICIDADE
Actualidade

Investigação criminal angolana abre novo processo-crime sobre novos conflitos na IURD

29 | 06 | 2020   18.45H

As autoridades angolanas instauraram um novo processo-crime para aferir e imputar responsabilidade criminal dos autores dos últimos acontecimentos ocorridos nos templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que opõe pastores angolanos e brasileiros.

Num comunicado de imprensa, o Ministério do Interior refere que tem acompanhado com atenção, os conflitos internos que ocorrem no seio da igreja, baseados em acusações às suas lideranças em Angola, por atos que poderão ser considerados como infrações criminais a luz da lei penal vigente, dando assim lugar a abertura de processo-crime que corre os seus termos no Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Depois da denúncia em novembro de 2019, a nota realça que nos últimos dias ocorreram novos factos nos templos da IURD, que consistiram na tomada do controlo das instalações, "com recurso a força, ameaças de morte, ofensas corporais e uso de armas de fogo".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • Em Portugal têm direito a crianças roubadas às famílias, para lhes serem entregues e olhem que as autoras não sofreram nenhum incómodo, antes pelo contrário.
    Dono dos Burros | 30.06.2020 | 00.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O princípio do fim da IURD e do império do padrinho Edir Macedo!
    jesus Cristo laico | 29.06.2020 | 22.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mau, mau... anda o diabo à solta. Oh diabo!
    anónimo | 29.06.2020 | 20.28Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE