PUBLICIDADE
Covid-19

Farmacêutica diz que acordo com Brasil sobre vacinas ainda está por fechar

30 | 06 | 2020   02.58H

Dois dias após o Brasil ter anunciado um acordo para receber até 100 milhões de doses de uma vacina contra o coronavírus, um diretor da farmacêutica AstraZeneca afirmou que era apenas uma carta de intenções e que existem negociações pendentes.

O diretor da AstraZeneca, Jorge Mazzei, disse aos jornalistas na segunda-feira que, caso a vacina funcione, acredita que o país sul-americano irá ter acesso às doses até ao final do ano.

Contudo, indicou que acabou de fazer agora os primeiros contactos com os parceiros locais da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o maior centro de investigação médica da América Latina, vinculado ao Ministério da Saúde brasileiro, e que começará hoje a trabalhar num contrato.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE