PUBLICIDADE
Covid-19

Ministro da Saúde da Nova Zelândia demite-se após violar confinamento

02 | 07 | 2020   03.53H

O ministro da Saúde da Nova Zelândia, David Clark, demitiu-se após estar no centro das críticas por ter violado o confinamento da covid-19, anunciou hoje a primeira-ministra, Jacinda Ardern.

"Infelizmente, ainda era uma distração à nossa resposta [contra a pandemia] e era algo que não era sustentável", disse Ardern aos jornalistas em Wellington.

Clark, que admitiu ter violado o confinamento duas vezes, já havia colocado o lugar à disposição há três meses, depois de reconhecer publicamente um passeio numa praia, em família, a 20 quilómetros de sua casa, a 07 de abril, algo que coincidiu com o mais alto nível de alerta do país, então sob confinamento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE