PUBLICIDADE
Covid-19

Embaixada britânica justifica exclusão de Portugal de corredor aéreo

03 | 07 | 2020   18.15H

A embaixada britânica em Lisboa disse hoje que o seu Governo "analisou com muito cuidado" a situação, antes de tomar a decisão de excluir Portugal dos "corredores de viagem internacional" que vai abrir para 59 países.

"O Governo britânico compreende que essas decisões são importantes para Portugal, para o setor das viagens e do turismo em Portugal", disse hoje a embaixada britânica em Londres, num comunicado em que procura explicar a decisão de exclusão de Portugal da lista de 59 países e territórios de destinos turísticos que o Reino Unido vai abrir para permitir aos britânicos passarem férias sem cumprir quarentena no regresso, devido à pandemia de covid-19.

"Devido à incidência relativamente elevada de casos de covid-19, principalmente na região da grande Lisboa, o governo britânico decidiu continuar a desaconselhar todas as viagens que não sejam essenciais para Portugal continental", justificou a embaixada.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • BOA MEDIDA EXCLUIR PORTUGAL SENDO UMA PASSAGEM DO COVID-19 SÓ QUEM NÃO QUER É QUE NÃO VÊ
    Ze | 03.07.2020 | 18.40Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE