PUBLICIDADE
Actualidade

Comunidade internacional "falhou desde o começo" na Guiné-Bissau -- analista

04 | 07 | 2020   09.33H

O analista político guineense Diamantino Domingos Lopes disse hoje que a comunidade internacional "falhou desde o começo" na Guiné-Bissau ao reconhecer Umaro Sissoco Embacó como Presidente do país, comprometendo a idoneidade do Supremo Tribunal de Justiça.

Segundo o sociólogo, a comunidade internacional deu "fuga para a frente" sem "antes se concluir o processo eleitoral".

"Já tratavam Umaro Sissoco Embaló como Presidente eleito, mesmo perante um contencioso no Supremo Tribunal de Justiça e de repente decidiram recuar porque estavam a comprometer a idoneidade da maior instituição judiciária da Guiné-Bissau", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE