PUBLICIDADE
Hong Kong

Lei de Pequim é "uma tragédia" que cria "atmosfera de coerção e autocensura" - cônsul EUA

06 | 07 | 2020   06.05H

O principal diplomata norte-americano em Hong Kong afirmou hoje que é uma "tragédia" utilizar a nova lei de segurança nacional para acabar com as liberdades fundamentais no centro financeiro asiático, criando uma "atmosfera de coerção e autocensura".

"Usar a lei de segurança nacional para corroer as liberdades fundamentais e criar uma atmosfera de coerção e autocensura é uma tragédia para Hong Kong", disse o cônsul-geral dos EUA em Hong Kong e Macau, Hanscom Smith, aos jornalistas.

"Hong Kong tem tido sucesso precisamente devido à sua abertura e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para a manter", acrescentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE