PUBLICIDADE
Actualidade

Jornalistas advertidos sobre como reportam apelos pela independência de Hong Kong

07 | 07 | 2020   06.25H

Jornalistas estrangeiros que trabalham em Hong Kong podem ser expulsos caso "cruzem a linha" ao reportarem pedidos pela independência do território, avisou hoje um membro do principal órgão consultivo do Governo chinês.

Charles Ho, membro da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, avisou que o tema constitui uma linha vermelha para as autoridades.

"Se promoveres apelos pela independência de Hong Kong, é óbvio que serás expulso", disse Ho, que também é chefe do grupo de imprensa de Hong Kong Sing Tao News Corporation, citado pela imprensa local.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE