PUBLICIDADE
Actualidade

Guineenses na diáspora manifestam-se na sede da UE para denunciar situação do país

08 | 07 | 2020   10.48H

Um grupo de cidadãos guineenses a viver na Europa está a convocar uma manifestação em frente à sede da União Europeia, em Bruxelas, para denunciar a situação do país, disse hoje Luciano Pereira, um dos organizadores da iniciativa.

Luciano Pereira, sociólogo e escritor, disse que a manifestação, a decorrer no dia 23 de julho, "é um grito de socorro" de cidadãos guineenses a viverem fora do país, mas preocupados com o que se passa na Guiné-Bissau, observou.

"Hoje estamos num mundo aberto. Podes dar uma bofetada a alguém na Guiné-Bissau e nós, aqui na diáspora, vamos saber logo. Isso quer dizer que estamos a seguir de perto a situação política no país", declarou Luciano Pereira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE