PUBLICIDADE
Actualidade

Quarenta vagas para precários do IEFP ficaram desertas

08 | 07 | 2020   14.37H

(CORREÇÃO E NOVO TÍTULO) Lisboa, 08 jul 2020 (Lusa) - O secretário de Estado do Trabalho e da Formação Profissional, Miguel Cabrita, disse hoje que dos 507 vagas abertas para a integração de formadores precários do Instituto do Emprego e Formação Profissional, no âmbito do PREVPAP, 40 ficaram desertas.

O número foi avançado por Miguel Cabrita durante uma audição na comissão de Trabalho e Segurança Social, tendo o secretário de Estado referido que faltam apenas concluir três dos procedimentos concursais para a integração dos formadores nas 507 vagas que foram identificadas como correspondendo a necessidades permanentes do IEFP.

Estas 507 vagas foram identificadas no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP).

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Quando o Estado dá o exemplo, estamos conversados sobre a utilidade de votar, de eleger estes prostitutos e prostitutas, que se sentam em São Bento e acham que o lugar é deles e não do partido que aparecia nas listas em que se votou.
    Dono dos Burros | 08.07.2020 | 16.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE