PUBLICIDADE
Actualidade

Ex-primeiro-ministro José Sócrates "profundamente entristecido" com morte de João Aráujo

08 | 07 | 2020   15.28H

O antigo primeiro-ministro José Sócrates lamentou hoje a morte do "amigo" e "advogado corajoso" João Araújo, dizendo que a morte deste seu "companheiro leal" o deixa "profundamente entristecido".

"João Araújo foi nos últimos anos um amigo e um companheiro leal que não esquecerei. Ela era um advogado corajoso e com uma profunda dedicação ao Estado de Direito Democrático", declarou José Sócrates à agência Lusa, acrescentando: "A sua morte deixa-me profundamente entristecido".

O advogado João Araújo, um dos defensores do ex-primeiro-ministro José Sócrates no processo Operação Marquês, morreu na última noite, em Lisboa, vítima de cancro, confirmou à agência Lusa fonte ligada à família.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE