PUBLICIDADE
Actualidade

PM da Costa do Marfim, candidato às presidenciais de outubro, morre aos 61 anos

08 | 07 | 2020   20.14H

O primeiro-ministro da Costa do Marfim, Amadou Gon Coulibaly, morreu hoje aos 61 anos numa clínica na capital económica, Abidjan, para onde tinha sido transferido após ter-se sentido mal durante a reunião do Conselho de Ministros, anunciou a presidência.

"Entristece-me profundamente anunciar que o primeiro-ministro, Amadou Gon Coulibaly, chefe do Governo, nos deixou no início desta tarde, depois de participar no Conselho de Ministros", afirmou o secretário-geral da presidência, Patrick Achi, na televisão pública do país, ao ler uma declaração do Presidente, Alassane Ouattara.

Gon Coulibaly tinha regressado à Costa do Marfim em 02 de julho, após quase dois meses em França, onde foi submetido a exames médicos relacionados com o coração, referiu a agência noticiosa Efe.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE