PUBLICIDADE
Covid-19

Oxfam identifica Brasil como "zona emergente" de fome extrema

09 | 07 | 2020   01.02H

A organização não-governamental Oxfam sinalizou hoje o Brasil como "zona emergente" de fome extrema, adiantando que a pandemia de covid-19 veio acelerar o crescimento da pobreza e da fome em todo o país.

O Brasil surge com esta classificação, juntamente com a Índia e a África do Sul, no relatório "O vírus da fome: como a covid-19 está a aumentar a fome num mundo faminto", da organização não-governamental Oxfam, que analisa os impactos da doença em países onde a situação alimentar e nutricional das populações era já extrema antes da pandemia.

De acordo com a ONG, a situação da pobreza e fome no Brasil começou a deteriorar-se em 2015 devido "à crise económica e a quatro anos de austeridade".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE