PUBLICIDADE
Actualidade

Moro nega interferência na polícia e recusa comparações com Bolsonaro

09 | 07 | 2020   03.17H

O ex-ministro da Justiça brasileiro Sergio Moro prestou na quarta-feira depoimentos à justiça, tendo negado a sua interferência na Polícia Federal e recusado comparações com o Presidente, Jair Bolsonaro, a quem acusou dessa mesma irregularidade.

Moro, que foi juiz da Operação Lava Jato, prestou depoimento virtualmente à 10.ª Vara Federal de Brasília, na condição de testemunha, no âmbito da Operação Spoofing, que investiga pirataria cibernética contra autoridades do país.

O conteúdo das mensagens pirateadas de telefones como o de Sergio Moro e de procuradores da Lava Jato foi divulgado no ano passado pelo portal de jornalismo de investigação "The Intercept", na série de reportagens intitulada como "Vaza Jato".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE