PUBLICIDADE
Actualidade

China vai retaliar sanções norte-americanas contra líderes de Xinjiang

10 | 07 | 2020   10.01H

A China vai retaliar a decisão dos Estados Unidos de impor sanções a líderes chineses acusados de violações dos direitos humanos contra a minoria muçulmana de origem chinesa uigur no extremo noroeste do país, foi hoje anunciado.

"A China decidiu tomar medidas de reciprocidade contra organizações e indivíduos norte-americanos que se comportarem mal em questões de Xinjiang", disse Zhao Lijian, porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

"Esta medida constitui uma interferência grave nos assuntos internos da China, viola os padrões básicos das relações internacionais e prejudica seriamente as relações sino-norte-americanas", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE