PUBLICIDADE
Actualidade

Japão pede a retirada de mais de 230.000 pessoas devido a chuvas intensas

10 | 07 | 2020   10.47H

As autoridades do centro e sudoeste do Japão pediram hoje a retirada de 230 mil pessoas devido ao risco de deslizamentos de terra na sequência de fortes chuvas que provocaram inundações e mais de 60 mortes.

As chuvas continuam a cair de forma intermitente desde 02 de julho na ilha Kyushu, no sul, a área mais afetada do país e onde ocorreu a maior parte das mortes causadas pela intempérie, que tem provocado chuvas recorde.

Pelo menos 66 pessoas morreram e 16 estão desaparecidas devido às chuvas intensas , anunciaram hoje as autoridades, num novo balanço.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE