PUBLICIDADE
Actualidade

Autores mostram importância das "Lições de António Reis" no cinema e na cultura em Portugal

11 | 07 | 2020   10.18H

O livro "Descasco as imagens e entrego-as na boca - Lições de António Reis", editado pela Documenta, lança um olhar sobre o tempo do poeta e cineasta António Reis (1927-1991), como professor da Escola de Cinema, no Conservatório Nacional.

Com textos de autores como Maria Filomena Molder e Nuno Júdice, a obra é editada por José Bogalheiro, primeiro aluno de Reis no que é hoje a Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) - e depois seu colega na docência -, e o professor Manuel Guerra, que prepara uma tese de doutoramento sobre "Jaime" (1974), o primeiro filme a destacar-se no percurso do realizador.

Diretor do departamento de cinema da ESTC até 2019, Bogalheiro não quis deixar o mandato sem "fazer uma homenagem, ou um aprofundamento do pensamento" de Reis, algo que era desejado na escola, desde a "morte inesperada" do cineasta, em 1991.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE